A importância da mão de obra especializada na construção civil - Giassi Ferro e AçoGiassi Ferro e Aço
Redução dos Resíduos Sólidos na Construção Civil
Redução dos Resíduos Sólidos na Construção Civil
13 de novembro de 2017
Como um planejamento de obras pode evitar atrasos em construções
Como um planejamento de obras pode evitar atrasos em construções
21 de novembro de 2017

A importância da mão de obra especializada na construção civil

A importância da mão de obra especializada na construção civil

Contar com uma mão de obra especializada na obra significa otimizar a utilização de técnicas e dos materiais para a construção. Essa medida ocasiona na redução de custos e na entrega de obras bem executadas. A mão de obra especializada é a garantia de que o resultado final seja de qualidade. Assim, o retrabalho e ajustes de última hora são descartados.

É fato de que, na construção civil, todo o investimento direcionado à especialização dos colaboradores se reverte em uma economia real no final do projeto. Isso acontece porque tentar economizar com a mão de obra resulta em reparos e emendas que elevam os custos. Além disso, um projeto de nível inferior ao esperado é entregue, o que pode gerar a insatisfação do cliente.

Inimigo oculto

À primeira vista, a entrega de uma obra realizada sem uma mão de obra capacitada parece perfeita. No entanto, os problemas costumam a aparecer quando o produto começa a ser utilizado. Muitas vezes, são detalhes que não tiveram a atenção devida na fase de construção, justamente porque o colaborador não possui um treinamento adequado para observar determinados procedimentos.

Tais problemas que surgem conforme o produto é utilizado, na maior parte dos casos, requerem ajustes que geram mais gastos. Ademais, estes problemas também causam outras inconveniências ao dono. Um exemplo clássico de obras que foram realizadas sem a mão de obra especializada, são as famosas rachaduras em paredes, infiltrações e banheiros e cozinhas, pátios e garagens que não escoam água adequadamente, entre outros. São pequenos detalhes que não foram rigorosamente planejados e executados durante a fase de construção.

Vantagem competitiva

Investir na qualificação de colaboradores que executam a obra se reverte em vantagem competitiva no segmento da construção civil. Obras bem executadas, que não exigem reparos futuros contribuem para a satisfação do cliente final e para a excelência de trabalho da construtora.

A necessidade de dispor de uma mão de obra especializada se torna ainda mais evidente quando técnicas específicas são utilizadas. Técnicas como paredes de drywall, uso de pré-moldados, entre outros, demandam capacitação de quem as manipulam.

Essas técnicas, quando não são executadas por colaboradores capacitados, podem gerar grandes desperdícios de material, além de apresentarem problemas de acabamento e funcionalidade após a entrega. Em diversas ocasiões, há a necessidade de refazer parte da obra com uma equipe especializada.

Por esse motivo, empresas que já utilizam mão de obra capacitada estão um passo à frente de seus concorrentes. Estas empresas executam as obras em menos tempo, com mais qualidade, eliminando o retrabalho e a geração de custos extras.

A qualificação como forma de valorizar o colaborador

Sob a perspectiva do colaborador, trabalhar em uma empresa que valoriza suas aptidões é algo recompensador. A possibilidade de qualificação estreita os laços entre empresa e colaborador, permitindo que esse último trabalhe com mais comprometimento.

Um colaborador que trabalha com a consciência da confiança que lhe é depositada, além de trabalhar com mais tranquilidade, atenta-se ao planejamento da obra e seus pormenores, a fim de entregar o melhor ao cliente. O colaborador valorizado compreende que carrega o nome da empresa e faz questão de superar as expectativas.