Como aumentar a produtividade em uma obra

É de conhecimento comum que uma obra, quando não gerenciada de maneira adequada, pode causar um grande impacto no orçamento.

Por esse motivo, manter a produtividade na obra é uma das melhores maneiras de reduzir custos. Aliás, uma obra bem gerenciada, a alta produtividade também é responsável pela maior agilidade na entrega.

Produtividade x produção

É importante que se compreenda a diferença básica entre produção e produtividade. Produtividade é o quanto de trabalho é realizado durante um determinado período de tempo. Na verdade, a produtividade é um fator que indica o quão eficiente sua obra é.

Assim, quando se fala em manter a produtividade na obra, estamos falando de maneiras eficientes de utilizar os recursos disponíveis. Portanto, a produtividade é uma forma de evitar o desperdício e otimizar a utilização da mão de obra.

Produtividade e produção estão conectados. Porém, quando a qualidade da produção é elevada, há, também, um aumento considerável de custos.

Aumentando a produtividade na obra

Veja abaixo dicas de como aumentar a produtividade na obra e garantir a redução de custos.

1. Planejamento da obra

A primeira medida para garantir a produtividade na obra é planejá-la. É preciso haver um controle minucioso de quanto material há no canteiro e do quanto está sendo utilizado. Além disso, a equipe deve ser supervisionada eficientemente. Para evitar atrasos e a elevação dos custos, também é necessário criar planos extras para quando seu efetivo não estiver completo.

2. A segurança da equipe

Investir na segurança da equipe é garantir a redução de custos e a alta produtividade. Sendo assim, é importante verificar as normas de segurança exigidas e utilizar todos os acessórios para que a sua equipe possa trabalhar com tranquilidade.

Sabendo que estão seguros, os colaboradores podem desempenhar suas funções com maior agilidade e foco, aumentando a produtividade.

3. A automação no canteiro de obras

A automação no canteiro de obras pode ocorrer por meio de equipamentos como pavimentadoras, niveladores, entre outros.

Muitos maquinários exigem operadores especializados e com treinamento específico, o que acaba encarecendo a mão de obra. Por isso, verifique todos os processos em que é possível descartar o uso de um membro da equipe e automatize.

A automação também é eficiente para o controle de matéria prima, evitando o desperdício que o processo manual causa.

4. Aluguel de ferramentas e equipamentos

Este item está relacionado ao item anterior. Obras que requerem ferramentas e equipamentos especiais podem ter seus custos reduzidos com o aluguel de ferramentas e equipamentos.

A grande vantagem neste tipo de serviço é que o investimento para o aluguel é bem inferior ao da aquisição.

Além disso, caso algum equipamento pare de funcionar, os serviços de aluguel garantem a substituição imediata. Assim, é possível diminuir o risco de baixar a produtividade no canteiro de obras e manter o ritmo de trabalho.

As empresas que prestam esse tipo de trabalho oferecem pacotes de benefícios nos contratos de aluguel. Faça uma pesquisa detalhada e contrate a que mais se adequar às suas necessidades.