Diferença entre o ferro e o aço

Tanto o ferro quanto o aço são materiais bastante conhecidos e utilizados nas mais diversas construções. No entanto, aos olhos leigos, embora sejam materiais parecidos, tecnicamente há muitas diferenças entre os dois.

Conheça abaixo as principais diferenças entre os dois materiais.

Composição do ferro e aço

O ferro (Fe) é um elemento que consta da tabela periódica e é facilmente encontrado na natureza. Comercialmente falando, o ferro não é utilizado nos projetos como um elemento puro, pois se isso acontecesse, o seu custo seria muito elevado e prejudicaria a utilização do material.

Até o descobrimento do aço, o ferro era utilizado em ampla escala, mas o ferro como conhecemos em construções possui, em sua composição, cerca de menos de 0,10% de carbono para popularizar o preço e poder ser usado amplamente. Consequentemente, o ferro não possui uma resistência contra corrosão muito eficiente. Além disso, não é um material muito menos robusto.
Por outro lado, o aço não é um elemento que está na tabela periódica. Isso acontece porque o aço é, na verdade, uma combinação dos elementos ferro (Fe) e carbono (C). A diferença é a concentração do carbono que, no aço, chega a até 2% da composição do material.

Essa adição maior de carbono confere maior durabilidade e resistência ao produto, permitindo que o aço posa ser utilizado em armações de concretos que demandam maior robustez.
Portanto, é possível afirmar que a principal diferença entre o ferro e o aço está na sua composição e, consequentemente, em sua vida útil e capacidade de resistência.
Quando a concentração de carbono é maior que 2%, o aço passa a ser considerado como ferro fundido, uma outra categoria bastante utilizada nos mais variados segmentos industriais, pois é um material extremamente duradouro e robusto.

Como o aço é produzido

Ferro e aço são produzidos por indústria siderúrgicas, porém de maneiras diferentes. A produção do aço acontece da seguinte maneira:

  • O minério de ferro, que compõe o ferro, é misturado com proporções de cal e carvão. Esses elementos são responsáveis pela purificação do ferro, um processo que ocorre com o aquecimento até a temperatura de 1200°C. A temperatura elevada atuando nos elementos faz com que todo o oxigênio presente seja retirado do ferro e ele se torne um elemento puro.
  • O ferro, uma vez puro, recebe o nome de ferro gusa. O passo seguinte ocorre com a pulverização do elemento magnésio sobre o ferro gusa, que passa a ser aço líquido. É na forma líquida que o aço ganha os mais diversos formatos, que vão desde objetos de decoração até chapas e vigas para alicerces de construções.

Ferro e aço são utilizados para fins diferentes

Agora que você já conhece as principais diferenças entre o ferro e o aço está pronto para determinar que material melhor suprirá suas necessidades. Na dúvida, o ideal é procurar ajuda com quem entende do assunto e, assim, garantir a segurança de sua construção.